AMANHECER EM LUZ & PAZ

AMANHECER EM LUZ & PAZ
Cada novo Sol, a cada despertar é uma nova vida que se inicia, ou mesmo uma renovada-ação. A cada Sol temos a certeza do maior milagre de todos: A VIDA É VOCÊ!

quinta-feira, maio 28, 2015

COMO ABENÇOAR E RENOVAR A ENERGIA DA CASA

COMO ABENÇOAR E RENOVAR A ENERGIA DA CASA


Hoje recebi vários emails de leitores, principalmente do "Vida Organizada", muito interessados na harmonização de seus lares e as questões foram em geral: "como posso limpar energeticamente a minha casa" ou "como abençoá-la". 
Bem, existem inúmeras maneiras de se expurgar más energias da casa e chamar as energias mais elevadas. Nós elevamos a energia todas as vezes que agradecemos sinceramente - essa é uma maneira, quando rimos, conversamos amorosamente, meditamos, oramos, mas podemos criar um ritual gostoso de purificação e bênção da casa, que podemos fazer semanalmente ou sempre que acharmos necessário.
Eu vou contar para vocês como eu gosto de fazer. A casa estar limpa e sem bagunça é, digamos assim, uma condição básica, mas seguindo o preceito que "feito é melhor que perfeito", vamos dar aquela ajeitada básica, que já melhora muito o astral.
Janelas abertas, se for possível abrir 4 dedos da porta de entrada, pedindo que por ali saia toda a toxidade da casa, também ajuda bastante.

Aí a dica é colocar uma música que você goste muito, que lhe traga boas lembranças, que faça o seu coração bater mais forte, uma música poderosa. Ela vai elevar tanto o "ch'i" da casa, que tudo o que não for bom não permanecerá no local. E deixe a música rolar! 
Minha sugestão (adoro) é um solo instrumental do Jorge Aragão, da Ave Maria de Gounot seguido das Bachianas de Villa Lobos. Para mim essa música injeta alegria, poder, fé, perseverança...experimente!

O passo seguinte é dirigir-se à porta de entrada, acender um incenso de sua preferência (eu gosto muito do Ananda) e segurando-o numa mão, tenha na outra um pratinho para aparar cinzas. Você vai caminhar pela casa, buscando o caminho à sua direita e vai percorrer todo o espaço, cômodo por cômodo, espiralando (rodopiando) o incenso. Ao se deparar com cantos vazios, capriche, permaneça um pouquinho a mais. Continue até terminar o percurso, ou seja, chegar ovamente na entrada.
Em lugar seguro, deixe o incenso acabar de queimar, quanto mais próximo do acesso à casa, melhor.
E agradeça. Agradeça sempre. 
Sua casa é o seu espaço sagrado.