AMANHECER EM LUZ & PAZ

AMANHECER EM LUZ & PAZ
Cada novo Sol, a cada despertar é uma nova vida que se inicia, ou mesmo uma renovada-ação. A cada Sol temos a certeza do maior milagre de todos: A VIDA É VOCÊ!

domingo, agosto 02, 2015

O DESPERTAR DE UMA ALMA!: É fundamental aceitar a Luz e a Sombra que existe ...

 É fundamental aceitar a Luz e a Sombra que existe ...:



É fundamental aceitar a Luz e a Sombra que existe em nós...


"Uma vez, em um dos meus trabalhos nas montanhas, acordei cantando um pedaço de uma música que ficou o tempo todo na minha cabeça... O trecho que ficava repetindo era: "ninguém aqui é puro anjo ou demônio"... Hoje, de novo, acordei com essa frase na cabeça e com uma compreensão ainda maior do que isso significa...

E percebi mais um pouco como o fato de querermos ser só uma coisa ou outra... atrapalha em muito nossas vidas... Geralmente, queremos ser só o que consideramos "bom" e a parte da nossa natureza que consideramos "ruim" tentamos esconder a todo custo, e acabamos fazendo isso tão bem que as escondemos até de nós mesmos... e elas, como nossa sombra, fazem mais estragos do que quando aceitamos que somos humanos e que temos tudo dentro de nós...

Geralmente, somos taxados e taxamos os outros de corajoso ou medroso, calmo ou nervoso, trabalhador ou preguiçoso... e assim vai, em uma extensa lista de qualidades e seus opostos, considerados defeitos... Mas na verdade, como na música, ninguém aqui é puro anjo ou demônio... Somos tudo... e as pessoas muito corajosas também sentem medo... assim como as muito medrosas também possuem a coragem entre seus atributos, que pode se manifestar de forma diferente... O fato é que querer ser uma coisa ou outra é embarcar em uma canoa furada e dá muito trabalho passar a viagem aqui na Terra, tirando a água que insiste em entrar pelo buraco da canoa. Tentar esconder a sombra é um trabalho inútil porque nunca conseguiremos...

O fato de acreditarmos que somos só "bons" ou só "maus" nas suas múltiplas expressões e de julgarmos o outro também sob essa ótica, extremamente limitada, é um dos fatores que mais atrapalham nossos relacionamentos com o outro e, principalmente, com a gente mesmo. Se uma característica nossa, considerada boa ou ruim, de alguma forma se sobressai em algum momento das nossas vidas, passamos a ser aquilo... e a não ser o oposto...
Assim, se um dia fizemos um ato de extrema coragem, passamos a ser considerados corajosos... e, o pior, passamos a defender isso, e a esconder o nosso medo... oculto, no chamado mundo das sombras, maior ele se torna. E um dia ele explode sem controle, nas horas que menos queremos, se revelando a todos.

Me lembro que quando era criança tinha um trabalhador na fazenda do meu avó, que era extremamente corajoso, e não tinha medo de nada... a não ser de filhote de passarinho. Ninguém acreditava que aquele homem tão forte e corajoso pudesse ter medo de um serzinho tão inofensivo, mas ele tinha... ainda bem que não escondia isso de ninguém... aceitava esse lado da sua natureza...

Todos somos corajosos, mas também somos medrosos... todos sentimos amor, mas também sentimos desamor... e assim vai. Temos tudo dentro de nós, e o que não aceitarmos só tende a aumentar e a tomar proporções muito maiores e mais assustadoras do que se as acolhêssemos, aceitando a nossa totalidade.

A um simples pensamento, que julgamos ruim ou não digno, mas que todos temos, já nos sentimos culpados e tentamos esconder até da gente mesmo... como se fôssemos obrigados a ser somente bons o tempo todo.

Sem levar em conta que muito do que consideramos "ruim" são conceitos equivocados adquiridos na infância e que moldam nosso comportamento para sempre... ou até que nos decidamos a olhar para quem somos por inteiro e a fazer de vez as pazes com a nossa sombra.

Frequentemente, as chamadas qualidades que nos são atribuídas, tornam-se um peso enorme porque passamos a defender só aquele lado e a negar o outro... quantas vezes, vemos pessoas "maravilhosas" agirem de forma completamente oposta ao que era esperado delas... e, em um minuto, destruírem tudo que foi construído ao longo de anos... Para mantermos uma imagem "boa", equivocadamente acreditamos que temos que negar o outro lado da nossa natureza, considerada a parte "ruim"...

Todos somos "bons" e "maus" em toda uma gama de qualidades e defeitos... Tudo que reconhecemos no outro também temos dentro de nós... e aceitar isso pode dar uma nova luz aos nossos relacionamentos e a forma com que lidamos com o mundo ao nosso redor...

Tem um livro maravilhoso da Debbie Ford que já comentei aqui sobre ele, que nos ensina a lidar com o nosso lado sombra, e recomendo a todos... "O Lado Sombrio dos Buscadores da Luz" onde ela nos fala:

"Em vez de tentar suprimir nossas sombras, precisamos revelar, reconhecer e assumir as coisas que mais tememos encarar. Ao empregar a palavra "reconhecer", estou me referindo a ter conhecimento de que uma determinada característica pertence a você. "A sombra é que detém as pistas", diz o conselheiro espiritual e escritor Lazaris. "Ela também possui o segredo da mudança, mudança que pode chegar ao plano celular ou até mesmo afetar o seu DNA". Nossas sombras são detentoras da essência daquilo que somos; guardam os nossos bens mais preciosos. Ao encarar esses aspectos de nós mesmos, ficamos livres para viver nossa gloriosa totalidade: o lado bom e o mau, a escuridão e a luz. Ao assumir tudo o que somos, alcançamos a liberdade para decidir o que fazer neste mundo. Enquanto continuarmos a esconder, mascarar e projetar o que está em nosso interior, não teremos liberdade de ser nem de escolher".

Quando aceitamos que somos Luz e Sombra, a energia e o tempo que gastávamos tentando esconder e negar o lado sombrio, torna-se disponível para serem usados para nossa felicidade e dos que estão ao nosso redor...
A sombra acolhida e aceita é um terreno fértil para nossa Luz se manifestar"... 

Autora:Rubia A Dantés
Fonte:http://sualuzesombra.blogspot.com.br/