AMANHECER EM LUZ & PAZ

AMANHECER EM LUZ & PAZ
Cada novo Sol, a cada despertar é uma nova vida que se inicia, ou mesmo uma renovada-ação. A cada Sol temos a certeza do maior milagre de todos: A VIDA É VOCÊ!

quarta-feira, julho 22, 2015

Impressão Astrológica: Entre o véu de Agosto *

Impressão Astrológica: Entre o véu de Agosto 



Entre o véu de Agosto *







Esta semana recebemos uma mudança energética significativa com o ingresso do Sol e Mercúrio em Leão onde precisamente temos o grande benéfico do Zodíaco, Júpiter, em trânsito a cerca de um ano e a qual se junta Vénus em movimento retrogrado por igual.

Sol ( expressão identidade ) 


Mercúrio ( processo de racionalização) 


Vénus ( aspecto relacional ,valorização pessoal e afectiva )

+

Júpiter ( a verdade , a filosofia, a lei, a expansão de consciência )

Uma equação fortíssima a nível de resultados visíveis sobre o que para cada um representam as qualidades solares.

O brilho, a criatividade, o prazer , o divertimento , o aspecto mais lúdico e instintivo de uma criança de espírito indomável, que vai a procura de um palco próprio para mostrar e desenvolver o seu dom.
Depois de descobrirmos o sentimento em Câncer ( ou caranguejo ) e , a sustentação de um vinculo familiar, de um código genético que nos identifica e firma num enraizamento com alma e o seu alimento, precisamos do suporte e canal de expressão ativo para toda essa emoção.

Em Leão, energia fixa, cortamos o cordão umbilical e descobrimos a nossa individualidade, aquilo que nos distingue  e nos fomenta um senso de sermos únicos e especiais, aqui é o princípio da singularidade em ação, através do Signo de Leão!

Aqui entramos pela primeira vez na escola e deparamo-nos com o facto de que existe um universo para além da nossa estrutura familiar e que cada ser que nos rodeia é composto por particularidades que nos separam e unem ( Leão/Aquário) .

Aqui somos os heróis ou as princesas , os acrobatas ou feiticeiros, os criadores de um universo que pede para ser expressado através de uma energia vital fortíssima que começa a pedir a sua utilização.
É por isso , muitas vezes, tão importante perceber se estamos alinhados com a criança interna e aquilo que ela inatamente teria sido se os condicionamentos posteriores não tivessem existido.

Assim terminamos o mês de Julho com grandes doses inflamáveis de vontade de nos alinharmos com aquilo que somos , com aquele que é nosso direito de fazermos e vivermos do que nos dá prazer , representando talentos e potenciais a serem descobertos e ou recriados.

Continuamos imersos na energia subjectiva do desenvolvimento pessoal e com isto existe sempre a possibilidade de estarmos unicamente no espaço de motivação egoica , desconsiderada , arrogante , inflexível e longe do verdadeiro centro solar, o espaço do coração e a sua abertura natural a uma voz que algures no caminho vamos esquecendo de ouvir.

Embora transitemos para um período francamente mais estável a nível de humor , possivelmente mais otimista , pro ativo na procura do que nos traz felicidade.
O Planeta Saturo em Escorpião ( em modo retrogrado )permanece ainda por alguns meses nesta condição; e a cortina de brumas traz-nos a continuação das temáticas pelas qual o Sol ainda tem de se filtrar para poder brilhar em autenticidade.

É para mim, o porquê de Leão e Escorpião formarem uma quadratura , uma tensão imediata de que não se pode fugir, algo que continuamente nos assombra até ao estagio de aceitação.
Aceitarmos que somos humanos e que portanto temos medos, bloqueios, carências, obsessões, inseguranças, traumas, condicionamentos a serem trazidos á superfície para uma boa dose de reconhecimento, perdão e transmutação.

Aceitarmos por igual que somos a força central e criadora do nosso universo individual e com isso trazemos uma grande oportunidade de o moldarmos á imagem que pretendemos, e a responsabilidade de vivermos de acordo com a nossa essência para que assim possamos contribuir para o papel que temos a desempenhar numa escala colectiva.

Não podemos lá chegar sem antes perceber Leão, O Sol e a 5ª casa do zodíaco.

O nosso pote de ouro no final de um arco-íris que nunca verdadeiramente acaba.
Então estas semanas são muito boas para estar em contacto direto com a fonte de tudo isto, o Sol, tal como dedicarmo-nos a algo que nos preenche e diverte.

O tempo para aspectos mais lúdicos deve ser encontrado mesmo enfrentando Saturno, e sentirmos que as responsabilidades se colocam acima de qualquer hipótese de namoro com a vida.
Não nos esqueçamos que ambas as energias falam de amor e relacionamentos, do namoro e do casamento, da sedução a intimidade.]

E embora possamos sentir fricção ambos os aspectos querem encontrar um ponto de união.

Talvez através da colisão direta e instintiva , de uma sexualidade exacerbada que deve ser colhida desde o chackra do sacro, passando pelo plexo solar e canalizado pelo cardíaco, onde damos extensão e expressão a energia criativa que nasce mais selvagem na procura de satisfação de instintos primários no chakra da raiz.

É uma altura de grandes doses de paixão e purificação entre sermos escravos dos nossos desejos repressos , vícios e compulsões e entre vivermos cientes de que os mesmos são forças energéticas motivadoras ao alcance da nossa estabilidade e pacificação.

Com tudo isto Agosto é sem duvida uma mês de de culminação das lições de Saturno em Escorpião nos últimos 3 anos, estamos a terminar um ciclo socialmente importante no revelar intenso de espaços corruptos nos pilares que sustentam um sistema insustentável. 
E só depois de uma grande dose de limpeza nos espaços ocultos podemos caminhar pela rota de Sagitário e a sua busca por sentido e significado de uma fé que nos eleve a um horizonte de oportunidades, que agora parece cada vez mais diminuído.
Não é altura de decisões e mudanças radicais embora o ímpeto e a vontade sejam grandes.
É altura de analisar onde estão as reticências  e o porque estão lá .
É altura de entrar num processo de discriminação e aperfeiçoamento sobre o que nos interessa manter ou não na nossa vida.
Despojarmo-nos mais uma vez de uma ultima coisa que julgávamos essencial e afinal percebemos que não é.
Existe muita ação retrograda no momento, decisões devem ser ponderadas com cautela e consciência .
A 12 de Agosto, Júpiter ingressa no signo de Virgem e o toque expansivo voltar-se á para a produção e eficiência utilitária desta oportunidade que ganhamos em Leão.

O que muitas implica reduzir a necessidade de efeito e melhorar o conteúdo, implementar uma rotina factual sobre o projeto que pretendamos que sobreviva e funcione.

Mais a frente talvez faça uma impressão sobre esse ingresso, mas até lá , e porque no fundo o futuro é hoje, aconselho concentração sobre Leão/Escorpião e o seu significado simbólico na vossa própria experiência,

A casa no vosso mapa natal sobre a qual incide o aglomerado de planetas em Leão e Saturno em Escorpião, dará indícios sobre onde é possível que seja necessária esta confrontação honesta entre a luz e sombra .

Para descobrirem em que casa estas energias incidem basta irem a este site , http://www.astro.com/, onde podem ter acesso gratuito ao vosso mapa natal e as posições planetárias do momento.

Deixo uma muita resumida noção do significado cada casa que é o palco de energia atuante , as diferentes secções de vida sobre o qual temos a nossa atenção.

  • Casa 1 ou Ascendente - O corpo físico, a imagem que projetamos, aparência física, senso de identidade, auto-afirmação, ação instintiva, auto-descoberta, inícios, independência, coragem, autonomia e liderança.
  • Casa 2 - Os recursos internos (auto-valor), segurança material, dinheiro, os valores adquiridos e por adquirir, o que pode ser desenvolvido para melhorar ou assegurar a sobrevivência material. A forma como lidamos e utilizamos os recursos internos e externos. Valorização pessoal, material; talentos; auto-sustentação. 
  • Casa 3 - Comunicação/ambiente do dia-a-dia; relacionamentos próximos; irmãos, a mente, a curiosidade, aprendizagem;interesses intelectuais; viagens curtas.
  • Casa 4 - O passado, as origens, a família, hereditariedade, inconsciente pessoal, a influência psíquica dos pais, a pátria, a vida íntima e o lar...Família; alicerces e fundações pessoais, a casa, espaço de intimidade.
  • Casa 5 -   a criatividade, os filhos, romance ,o comportamento amoroso, os desportos, as artes, os divertimentos e tudo o que represente a expressão espontânea e criativa da individualidade.
  • Casa 6 -  A saúde, hábitos, cuidado com o bem estar físico, cura, alimentação, serviço, trabalho quotidiano, animais domésticos, rotina, discriminação e organização . 
  • Casa 7 - associações com outra pessoa ou grupos de pessoas, o casamento, parceria amorosas ou de negócios. Relações, contatos e sociedades. A expressão relacional versus expressão individual.
  • Casa 8 - Segredos, morte e renascimento - processos psíquicos de transformação - bens resultantes de ligações com os outros (o cônjuge), valores dos outros, heranças, sexualidade e tudo o que é oculto. Sexo, tabus, finanças partilhadas, crises.
  • Casa 9 - o alargamento das fronteiras internas e externas, filosofia, fé, religião, pensamento abstrato, ensino superior, dogmas, aventura, estrangeiro, expansão horizontes pessoais – a minha visão do mundo
  • Casa 10 - a vida exterior, a herança psíquica da mãe ou pai, as atividades sociais, a obra a realizar, o destino, a carreira profissional, recompensas pelos esforços investidos, estruturas sociais, figuras autoridade, realização profissional.
  • Casa 11 - o que fazer para nos tornarmos maiores do que já somos, o alargamento dos "horizontes" através das amizades, grupos, clubes e associações, tudo o que contribui para o crescimento das ações pessoais. Grupos, amigos, visões e aspirações futuras, partidos políticos, participação social, visões da sociedade, redes, comunicação global.
  • Casa 12 - o inconsciente colectivo, o recolhimento físico e psíquico, privações, tudo o que restringe a liberdade pessoal (hospitais, prisões, conventos), o misticismo... Fé incondicional na vida. O nosso mundo interior profundo, a conexão com a Alma. Espiritualidade.

* Meus queridos fiz umas pequenas correções no texto, mantendo original, mas adaptando para uma linguagem mas compreensível para todos, adorei as explicações e a simplicidade do texto e as orientações astrológicas estão perfeitas.
siga a sua própria Luz Interior e ouça o seu Coração sempre!
Os Astros apontam a direção mas quem faz é você!
Do amigo,

Rodrigo Goston Fernandino, em 22/07/2015







*






Sarah Moustafa