AMANHECER EM LUZ & PAZ

AMANHECER EM LUZ & PAZ
Cada novo Sol, a cada despertar é uma nova vida que se inicia, ou mesmo uma renovada-ação. A cada Sol temos a certeza do maior milagre de todos: A VIDA É VOCÊ!

quarta-feira, dezembro 16, 2015

UMBANDA: ORIXÁ REGENTE 2016.





ORIXÁ REGENTE 2016: na visão do Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade.


Não existe um método de predição do Orixá Regente anual que prepondere sobre os demais.


Originalmente, a semana iorubana tem 4 dias. Na diáspora se adaptou o saber da tradição para a semana ocidental do calendário de 7 dias. 



Mesmo assim, não existe um padrão vigente em relação aos Orixás relacionados com cada dia da semana. Em verdade, os Orixás estão sempre atuantes e presentes em nossas vidas. A maior ou menor receptividade depende de nosso Ori - Eu Interno - "cabeça" - e das nossas atitudes pessoais. 


Quando somos honestos com os outros que nos depositam confiança, Deus (Eledumare) nos retribui. Tudo que fazemos e publicamos objetiva o melhoramento do caráter individual e consequentemente o bem coletivo.



Que façamos a cada dia, no eterno presente que vivemos, ações que nos conduzam de encontro ao bom caráter. Assim estaremos cada vez mais sintonizados com a Fonte Universal de Bem Aventurança, prosperidade e abundância, que se "manifestam" para nós através dos Orixás.
Meu respeito e gratidão à todas as tradições, a todos os saberes, que nos ajudam a termos uma existência mais amorosa e fraternal com as diferenças. 
Todos nós, em essência, somos sagrados.
Uma boa reflexão,
Axé,
Norberto Peixoto

*** 
A religiosidade com os Orixás, nos ensina a não confundirmos a verdade com a mentira. É certo que muitas verdades dependem do ponto de vista, de nossas crenças, do tempo e do local em que vivemos, do modo como fomos criados. Apesar disso, e fazendo esforço para não chamar as verdades dos outros de mentiras, precisamos adotar o compromisso de buscar a verdade maior por trás das aparências. Mais importante que isso é termos atitudes sinceras, conforme a verdade de nossas crenças, para não vivermos em mentira.