AMANHECER EM LUZ & PAZ

AMANHECER EM LUZ & PAZ
Cada novo Sol, a cada despertar é uma nova vida que se inicia, ou mesmo uma renovada-ação. A cada Sol temos a certeza do maior milagre de todos: A VIDA É VOCÊ!

quarta-feira, março 30, 2016

♥ De Coração a Coração ♥: MORTE, GRAÇA E PAZ

MORTE, GRAÇA E PAZ


MORTE, GRAÇA E PAZ
Mensagem de Jennifer Hoffman
29 de Março de 2016


Saímos do outro lado da grande semana que destacou o Equinócio, o Eclipse e a Páscoa, tudo em um período de 7 dias. Se você estiver se sentindo um pouco esgotado e frágil agora, reserve algum tempo para respirar e se ancorar, pois tem sido um período difícil. E ele está quase no fim, pois esta é a última semana de Março – o mês da Mestria Iluminada.
 
Você está se sentindo mais esclarecido, mais seguro em relação a você e a sua vida e, espero, menos inseguro? Ou pode ter experienciado tantas mudanças que se sente ainda mais inseguro enquanto você vê a sua vida passar por inúmeras mudanças inesperadas neste mês?

Prepare-se para a “Ação em Abril”, que começa em alguns dias.

O tópico do artigo desta semana mudou hoje, depois que um dos meus filhos adultos me ligou, em lágrimas, porque um bom amigo cometeu suicídio ontem. Ele se culpava por não ser uma presença mais forte na vida do seu amigo e, embora eu tentasse lhe dizer que não era culpa sua, é algo com que ele terá que entrar em acordo, em seu próprio tempo.

Estes são tempos desafiadores e todos lidam com dificuldades, de maneiras diferentes. Algumas pessoas progridem, outras caem e outras decidem que é o momento de voltar ao Lar. É sobre isto que eu escrevo no artigo desta semana.

Embora compreendamos os princípios espirituais em relação à morte e o seu tempo, em um nível humano há bem menos clareza e compreensão. E quando aquele amigo ou ente querido morre através do seu próprio esforço, a situação se torna ainda mais confusa e imprecisa.

Que nível de desespero poderia levá-los tão longe em sua própria escuridão que eles não possam encontrar uma única centelha de luz? Por que eles não nos disseram que estavam com problemas e como não poderíamos estar mais conscientes de sua situação?

Nos tempos difíceis em que vivemos, a linha tênue entre a esperança e o desespero dilui consideravelmente e, às vezes, somente uma escolha surge para alguns: que é a hora de partir.

Nunca podemos saber o pleno significado, o alcance e o propósito do contrato de uma alma, que é entre um indivíduo e a Fonte. Cada vida tem um propósito e cada propósito é sempre cumprido, não importa quando a morte aconteça.

Para aqueles que são deixados para trás com perguntas não respondidas, achamos que é uma vida insatisfeita, mas isto não é verdade. Foi cumprido o seu propósito e missão, mas não de uma forma que entendemos. Podemos ter alguma influência sobre as escolhas de vida de alguém quando podemos lhe mostrar um exemplo diferente, mas até então, a escolha final é sempre dele.

A Igreja condena estas escolhas como uma queda da graça, mas é um chamado para a graça, para nos dar os dons da graça, da esperança e da paz e para que aceitemos a luz, para que possamos superar o nosso próprio medo e escuridão, que é parte do nosso contrato de alma.

Embora isto seja fácil de fazer em espírito, é menos fácil quando estamos presos na densidade do desespero e a luz parece estar fora do nosso alcance. Para estas pessoas, a noite escura da alma se torna um pesadelo que cresce para envolver cada momento de sua vida e elas desistem.

Eu fiquei à beira deste precipício, algumas vezes também e me perguntei como iria ter alegria novamente. Eu sempre tive, mas foi preciso muito esforço.

Leia sobre a minha história em 30 Dias para Milagres Diários, aquela época em que estava falida, desempregada, quase sem teto, chorando sozinha, sem conseguir dormir todas as noites, enquanto eu pedia à Deus para me levar para o Lar, porque eu não conseguia mais tolerar a minha vida, nem conseguia descobrir como eu iria sair da confusão em que estava.

Superei isto, como muitos de vocês, mas para algumas pessoas, o esforço é muito grande e elas simplesmente não podem fazê-lo. Retornar à Fonte, ir para o “Lar” é uma tentação a que elas não podem resistir e a paz deste mundo é algo que elas não podem encontrar ou criar aqui.

Para muitos, o ponto de escolha que eles estão enfrentando é extremamente difícil.
Alguns não são capazes de considerar potenciais ou opções.

Por vários anos eu escrevi sobre este tempo, quando a escolha entre a escuridão e a luz, a densidade e a criação, a 3D e a 5D, e a vida na Terra ou continuar a jornada em espírito se tornariam mais importantes. E isto esteve gradualmente se revelando até agora, quando está ganhando impulso, enquanto as frequências energéticas aumentam e os potenciais para a luz e para a escuridão são maiores do que nunca.

Não podemos ditar as escolhas de ninguém, mas podemos mostrar compaixão e compreensão, fazermos o melhor possível para compreendermos a natureza espiritual e o propósito da vida, enquanto nos esforçamos para compreender por que alguém escolheria terminar a sua vida.

Isto ficou claro para mim hoje, de uma forma bastante pessoal e, embora eu compreenda a escolha que a pessoa fez, eu não conseguia entender por que ela nunca estendeu a mão em busca de ajuda para lidar com a sua dor. Será que ela realmente pensava que ninguém a amava, nem se importava e não iria ajudá-la? Espero que não, mas a escolha foi feita e a sua vida acabou.

Podemos lamentar aqueles que decidem que esta é a sua melhor opção, mas também devemos reconhecer que não importa o quanto nós não entendemos, esta é a parte de sua jornada e é a sua escolha.

E podemos comemorar o amor que tivemos por ela, reunir as boas memórias perto do seu coração, enquanto apreciamos a sua presença em nossas vidas e compreendemos que para algumas pessoas, voltar ao Lar significa exatamente isto e que ela está mais confortável naquela dimensão do que nunca esteve nesta.

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO - http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO - https://lecocq.wordpress.com
http://enlighteninglife.com
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Grata Regina!