AMANHECER EM LUZ & PAZ

AMANHECER EM LUZ & PAZ
Cada novo Sol, a cada despertar é uma nova vida que se inicia, ou mesmo uma renovada-ação. A cada Sol temos a certeza do maior milagre de todos: A VIDA É VOCÊ!

quarta-feira, janeiro 21, 2015

Blindagem psíquica...

BLINDAGEM PSÍQUICA...

 
"Fragilização da fé:
Em Mateus, cap. 24, vers. 12, Jesus disse, referindo-se a esta época: “E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará”. Sabemos que, esfriando o amor, a fé se fragiliza.

E por que a iniquidade faz esfriar o amor?

No Dicionário Aurélio, “iníquo” significa perverso, malévolo; extremamente injusto. Ora, é fácil observar que a iniquidade tem se multiplicado nas últimas décadas na Terra. Nunca se viram antes tantas demonstrações de perversidade, de pura maldade quanto as que vemos diariamente nos noticiários, e o próprio trato interpessoal tornou-se mais frio, mais agressivo, além de a vida humana ter perdido seu valor.

Os ambientes psíquicos da humanidade encontram-se saturados com energias perturbadoras, agressivas, de teor tenebroso, quando não, lascivas, e essa egrégora de tão baixa vibração torna bem mais difícil o contato com as dimensões mais elevadas, e, sendo esse contato o alimento que nutre a fé, quando perde a qualidade, quando decresce, a fé esfria, fragiliza-se. Então é possível observar como a vivência da fé nos últimos tempos associa-se mais a interesses diversos, do que à própria religiosidade.

Assim, neste período crítico da transição planetária, importa cuidarmos com a máxima atenção da nossa proteção espiritual.

Se colocamos grades, trancas e fechaduras em nossas casas, no intuito de nos livrar de ladrões e assaltantes encarnados, da mesma forma devemos ter cuidado com nossa “casa espiritual”, ou seja, nossos diversos corpos e o campo áurico que se forma em torno de nós. Podemos fazê-lo, criando em nós e ao nosso redor uma blindagem vibratória que evite a passagem de energias incompatíveis e que possa nos defender de ataques de desafetos espirituais e de inimigos da luz.

As energias de baixa frequência, quando nos envolvem, atuam em nós e em nosso psiquismo gerando irritabilidade, nervosismo, depressão, desânimo, raiva e muitos outros efeitos sempre ruins, e dificilmente percebemos a sua origem. Acreditamos serem esses estados de espírito resultantes dos problemas naturais da vida moderna, mas se fizermos um teste, cuidando nesses momentos de elevar nossa frequência vibratória, podemos observar com clareza, as mudanças ocorridas.

Importa observar que a base dessa blindagem de que falamos, a construção do seu alicerce, está numa frequência vibratória de mais elevado teor, e isto se adquire, ou se constrói, mediante o FORTALECIMENTO dos VALORES e a ATIVAÇÃO da LUZ INTERIOR.

Entretanto, é importante lembrar que ressonâncias do passado reencarnatório de muitos de nós também fragilizam nossas defesas psíquicas. Nesses casos, o esforço para fortalecê-las deve ser redobrado.

Apresentamos em seguida algumas práticas e sugestões que ajudam a formar a blindagem de que falamos e, ao mesmo tempo, representam excelente suporte para quem se propõe construir e cimentar a própria evolução espiritual. (...)

Desenvolver amorosidade:
Sempre que estiver em presença ou nas proximidades de pessoas, observe aquelas que lhe parecem menos favorecidas, como as que enfrentam dificuldades naturais pela sua pobreza material, as fisicamente feias, as idosas, as que apresentam problemas físicos, as que parecem tristes e também as que lhe parecem más... Envolva-as numa vibração de carinho, de afeto, de soerguimento.
Quando conseguimos perceber as profundas implicações no uso da amorosidade em nosso cotidiano, tornando-a atitude predominante, podemos também observar como o nosso interior mudou, como se iluminou.

O bom olhar:
Em Mateus 6, 22-23, Jesus ensinou: “Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso. Mas se os teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em trevas”.
Esse é um ensinamento primoroso, pois um corpo luminoso (luz espiritual) afasta os inimigos da luz.
Habitue-se a olhar para as pessoas do seu entorno com um olhar não de crítica ou censura, mas de afeto, desejando-lhes o melhor. Se observar que alguém está triste, envolva-o numa vibração de conforto e de alegria.
 Ao observar que alguém está nervoso, irritado, envolva-o numa vibração de calma, de paz. Para quem lhe pareça ser do mal, envolva numa vibração de luz e de amor.
Esse procedimento é um poderoso desenvolvedor de amorosidade.

A mais poderosa blindagem:
Ao perceber energias ou presenças negativas interferindo em seu psiquismo; ao sentir-se irritado, nervoso, com medo, ou perseguido por forças invisíveis; nas mais diversas situações aflitivas ou estressantes eleve seu pensamento ao Alto e desenvolva um sentimento de amor por si mesmo, desde os pés até a cabeça, membro a membro, órgão a órgão.

Sinta amor pela sua roupa e por tudo que há no seu entorno, objeto por objeto. Sinta amor pelo chão sobre o qual se encontra, pelas pessoas ao seu redor, e vá ampliando esse espaço de vibrações amorosas, estendendo-o a seus familiares, a seu país, à humanidade inteira.

Observe como tudo mudou. As presenças ou energias negativas desapareceram e seu estado de espírito tornou-se leve.

A seguir, desenvolva um estado interior de fé, de paz e de contentamento, procurando mantê-lo de forma constante.

No trânsito:
Quando estiver no trânsito, seja dirigindo um automóvel ou espremido num ônibus ou trem, ao invés de se aborrecer, desenvolva um sentimento de amorosidade por si mesmo, desde os pés até a cabeça.
Em seguida, direcione esse sentimento para as pessoas que se encontram nas proximidades.

Lembre-se de que nesses momentos você deve ser uma fonte a irradiar boas vibrações para todo o seu entorno, não importa que tipo de pessoas ali se encontrem.

Ao mesmo tempo, eleve o espírito em busca de Deus, de Jesus ou das Forças Cósmicas do Amor.
Observe o quanto esse procedimento lhe foi benéfico.

Reclamações:
Quanto tiver vontade de reclamar de coisas que você não pode mudar, eleve seu pensamento ao Alto e desenvolva um sentimento de amorosidade por si mesmo, desde os pés até a cabeça.
Sinta amor pela sua roupa, seja ela de grife ou não.
Sinta amor por tudo que há no seu entorno.
Pense na humanidade, tão carente de afeto, e peça às Forças Cósmicas do Amor para envolverem a Terra e vibrarem amorosidade nos corações de todos os espíritos, encarnados e desencarnados.
Observe como seu estado de espírito mudou.

Quando estiver irritado:
Quando estiver irritado ou com raiva, lembre-se da presença de Deus na intimidade do seu ser e diga mentalmente várias vezes, "Estou em PAZ", sentindo a paz a se instalar no seu mundo íntimo.

Olhar do bom jardineiro:
Quando estiver num local público, observe alguma pessoa, qualquer uma, e acolha-a no seio da sua afeição. Ao invés de olhá-la de maneira crítica, faça-o com o “olhar do bom jardineiro”, que enxerga as flores e os frutos que se ocultam na intimidade de cada ser. E, mesmo que seja uma pessoa de má catadura, com cara de malfeitor, ou alguém desagradável cuja presença lhe cause desgosto, lembre-se de que na intimidade dessa pessoa, do espírito dela, também vibra a centelha divina do Criador.
 Pense num cacto sem graça e cheio de espinhos, lembrando-se de que em sua intimidade vibra a energia das flores que surgirão mais cedo ou mais tarde, e diga mentalmente: “Que Deus te abençoe e que a Sua luz guie os teus passos vida a fora. Seja feliz.”

Energia do mar:
Respire fundo algumas vezes, procurando relaxar.
Imagine que se encontra numa praia deserta.
Procure sentir a energia do mar, das ondas quebrando na areia e nos rochedos próximos.
Inspire essa energia, levando-a mentalmente para as fossas nasais, os ouvidos, os olhos e toda a cabeça, num movimento de limpeza das energias incompatíveis.

Inspire de novo, levando a energia do mar para o pescoço, para as omoplatas, os ombros, os braços e as mãos; para todo o seu corpo, para as pernas e os pés, fazendo a mesma mentalização de limpeza.
Repita esse procedimento até sentir-se limpo de energias negativas.
Sinta-se forte e bem-humorado.

Depressão:
Quando estiver depressivo, ao invés de continuar mergulhado nesse pântano, comece a desenvolver um sentimento de amorosidade por si mesmo, pelos seus pés, por suas pernas, pelo corpo com todos os seus órgãos, os braços, o pescoço e a cabeça.
Em seguida, sinta amor pela sua roupa, seja ela rica ou pobre.
Sinta amor por tudo que há no seu entorno, seja o que for.
Ao mesmo tempo, eleve seu espírito em busca de Deus, de Jesus ou das Forças Cósmicas do Amor, agradecendo por tantas coisas boas que a vida lhe dá, assim como o ar para respirar, a água, o alimento, a moradia, a amizade, o afeto...

Pense em como seria se você não tivesse nenhuma dessas coisas, mas lembre-se de que você as tem.

Observe o quanto esse procedimento lhe fez bem.

Durante a mentalização procure sentir o mais intensamente que puder, a presença divina em todo o seu ser, e sempre que lembrar, reative essa conexão. Para isso, basta ligar-se mentalmente à sua luz interior, presença de Deus em você. Lembre-se de que o Mestre disse: “Sois deuses”.
A constatação continuada da presença de Deus em nossa intimidade favorece a elevação da frequência vibratória e nos dá uma harmoniosa sensação de plenitude, num prazer puramente espiritual.

No chuveiro:
Mentalize a água como sendo o poder de Deus descendo sobre você, penetrando em sua cabeça e descendo pelo corpo, lavando todas as impurezas psíquicas, limpando todo o seu ser de qualquer negatividade.
Essa mentalização pode ser feita sempre, a qualquer momento e em qualquer lugar. Basta mentalizar o poder de Deus fluindo através de você.

Lidando com nosso pior inimigo:
Nosso pior inimigo muitas vezes é nosso próprio pensamento, quando fica girando em torno de alguma ocorrência que nos magoou, nos irritou ou aborreceu, dissecando os porquês e o modo como deveríamos ter reagido. Pior ainda acontece quando a atenção se fixa em busca de algum meio para revidarmos ou nos vingarmos. Nessas situações a mente fica encarcerada numa prisão nefasta, gerando energia maléfica e envolvendo com ela o psiquismo. Que fazer então?

Diga mentalmente algumas vezes, "Estou em PAZ", procurando sentir esse valor a se espalhar por todo o seu corpo... Sinta paz nos seus sentimentos... Deixe-a instalar-se na sua mente, em todo o seu ser. E assim, pacificado, desenvolva um estado interior de amorosidade e de perdão pleno e incondicional.

Sempre que “aquilo” voltar à sua mente, repita o procedimento indicado.
Quando conseguimos nos pacificar, perdoar e manter nosso psiquismo vibrando com amor, todas as situações e ocorrências que poderiam nos magoar, irritar ou enraivecer, tornam-se mais brandas aos nossos olhos, e assim podemos superá-las com mais facilidade."
Fonte:http://www.bemviver.org/blindagem.psiquica.htm